Artistas

Zeca Pagodinho é vítima da “máfia dos shows”; Wesley Safadão é o novo alvo



Sem perceber, Zeca Pagodinho acabou se envolvendo em uma armação conhecida como a “máfia dos shows públicos” e foi condenado pela Justiça, junto com a empresa que o contratou.

De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, o cantor fez uma apresentação em abril de 2008, no aniversário de Brasília. O show foi revendido e negociado por um valor maior do que o habitual na época. Ou seja, o pagodeiro foi vítima de um golpe.

A investigação começou em 2013 pelo Ministério Público e, em dezembro de 2015, a empresa que contratou Zeca e o poder público foram condenados pela Justiça do estado a pagar multas que, somadas, podem passar dos R$ 200 mil.

“Nós estamos recorrendo. Não é justo, pois, em 36 anos trabalhando nessa área, nunca passamos por nada parecido, nem eu e nem o Zeca”, afirmou Leninha Brandão, empresária do músico.

O Ministério Público Federal também decidiu investigar a contratação de Wesley Safadão para a festa de São João do Caruaru, em Pernambuco.

A apresentação foi negociada pela prefeitura da cidade por R$ 575 mil, enquanto o cantor terá outro evento em Campina Grande, na Paraíba, fechado em R$ 195 mil. Os procuradores pretendem apurar o motivo da diferença tão exorbitante dos cachês.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.