Artistas

Safadão doa cachê de show em Caruaru e rebate críticas: “O problema do país não é culpa minha”



Dono do maior cachê do país no momento, Wesley Safadão foi criticado pelo valor cobrado para se apresentar no São João de Caruaru, em Pernambuco. Para encerrar a polêmica, o forrozeiro afirmou que vai doar todo o dinheiro para a cidade.

O anúncio foi feito pelo cantor durante o show, na madrugada deste domingo (26). “Todo o meu cachê vai ser revertido para as instituições de caridade daqui de Caruaru. Vou receber o meu cachê e vai ser todo doado para quem precisa realmente”, afirmou o artista.

Em um vídeo, Wesley também pontuou que a briga entre a oposição e a prefeitura “acabou sobrando para quem não tinha nada a ver” com a situação. “O problema do país não é culpa minha, não. É o governo que tem que resolver. O que eu quero dizer é que tudo que fiz aqui, todo o cachê, eu não vou pegar um centavo desse dinheiro hoje”.

Nesta semana, a apresentação do cantor chegou a ser suspensa após advogados questionarem o cachê cobrado pela equipe de Wesley Safadão. Ele cobrou R$ 575 mil da cidade, localizada no agreste pernambucano. Para a mesma apresentação em Campina Grande, na Paraíba, no dia 1º de julho, o artista pediu R$ 195 mil. A diferença é de 294%, o que chamou a atenção da justiça.

A Prefeitura de Caruaru, no entanto, recorreu e alegou que o cancelamento da Festa de São João causaria prejuízo à cidade e que o cachê de Safadão está na média do mercado, principalmente nesta época do ano.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.