Artistas

Para Lobão, novo álbum soa como Led Zeppelin



O estúdio de Lobão, em sua casa em São Paulo, é, de fato, um universo paralelo. Com instrumentos por todos os lados, um pequeno frigobar vermelho e muitos livros, o músico acompanha três telas: o noticiário de Brasília, sua conta no Twitter e um programa de edição de som. Seu Grammy, conquistado em 2007, fica perdido em meio a edições de Baudelaire e Olavo de Carvalho. “Aqui tem tudo que sempre me rodeou”, conta à Billboard Brasil.

O músico lançou recentemente o seu primeiro disco de inéditas em 10 anos. Em O Rigor e a Misericórdia, Lobão não só toca todos os instrumentos, como também fez a produção e mixagem. Tudo no seu estúdio. “Estou muito satisfeito, é de longe o meu melhor trabalho”.

As agitações em Brasília competem no dia a dia do roqueiro com o ensaio para a turnê do disco. “Hoje [a TV] está na comissão, mas geralmente eu fico vendo Discovery Channel o dia inteiro. Largados e Pelados, Famílias do Alasca… a prioridade são esses programas de sobrevivência na selva”, conta o músico, rindo. “Isso aqui é antimusical”. Compromissado na campanha pelo impeachment, Lobão revela que está se preparando para tocar o Hino Nacional na Paulista amanhã (17/04), após a votação na Câmara dos Deputados.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.